Juca Bala vai para o semiaberto e quer reabrir empresa de stand up paddle
Folha de S. Paulo - colunas - 02/11/2018

O doleiro Vinicius Claret, conhecido como Juca Bala, vai passar para o regime semiaberto com o uso de tornozeleira eletrônica neste sábado (3).

O doleiro Vinicius Claret, o Juca Bala - Zô Guimarães/Folhapress

Ele cumpria prisão domiciliar no Rio de Janeiro desde que deixou o presídio de Benfica, em maio. Agora, vai poder sair para compromissos profissionais durante o dia, mas deve ficar em casa nos finais de semana e feriados.

NEGÓCIO

O doleiro apresentou um plano de negócios para o juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio. Ele pretende reativar sua empresa de vendas de pranchas de stand up paddle, negócio que mantinha no Uruguai antes de ser preso.

PALCO

Claret também tem recebido convites para ministrar palestras sobre compliance (boas práticas corporativas) para bancos e escritórios de advocacia.

INTERVALO

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) quer propor uma lei que estabeleça quarentena para juízes, impondo a eles um prazo de três anos entre o momento que deixam a magistratura e aquele em que assumem cargos públicos.

INTERVALO 2

A iniciativa é inspirada em Sergio Moro. O juiz federal ainda atuava em processos contra Lula e outros quando começou a conversar com emissários de Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça.

INTERVALO 3

A troca imediata da toga pela política foi criticada por personalidades como Carlos Ayres Britto, ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal). Para ele, a “mudança de camisa, tão rapidamente”, de Moro, compromete a imagem do Judiciário.

CAUTELA

Segundo Britto, o ideal, nesses casos, seria prevalecerem a cautela e o bom senso para que a imagem e a independência do Judiciário não fossem atingidas.

GIRATÓRIA

Já o deputado federal Altineu Côrtes (PR-RJ) apresentou uma proposta de emenda à Constituição liberando juízes, procuradores e promotores para ocuparem cargos políticos sem sequer deixarem a carreira.

A cantora Daya Luz - Karime Xavier/Folhapress

L?UZ DE LED

A cantora Daya Luz gravou em Los Angeles o clipe do single “Descontrolar” que será lançado no dia 13 de novembro; o vídeo é dirigido por Alfredo Flores, que já trabalhou com nomes como Justin Bieber e Ariana Grande.

DOIS ATOS

O diretor brasileiro André Heller-Lopes vai levar a ópera “Fausto”, que apesentou em Manaus neste ano, para encerrar a temporada lírica de 2019 do Teatro Municipal de Santiago, no Chile. Em novembro, Heller-Lopes dirige o espetáculo “Turandot”, no Theatro Municipal de SP.

TURMA

O produtor Marcus Nisti, vice-presidente do Alana, vai deixar o conselho do Greenpeace Brasil depois de seis anos. Em seu lugar entram a a atriz Leandra Leal e a cineasta Estela Renner. A aproximação ocorreu durante a gravação da série “Aruanas”, coproduzida pela Globo e a Marinha Farinha Filmes, da qual Estela é criadora e Leandra é uma das protagonistas.

APOSTA

O prefeito Bruno Covas (PSDB) estará em Las Vegas nesta segunda (5). Ele foi à cidade para apresentar a investidores o cronograma previsto para 2019 do Plano Municipal de Desestatização. Entre os ativos municipais em processo de concessão e privatização estão o estádio do Pacaembu, o parque Ibirapuera e o Anhembi.

TURNÊ

Na terça (6), Covas fará o mesmo na cidade de Los Angeles. O “roadshow” é organizado pela São Paulo Negócios, agência de promoção de investimentos no município.

PÁGINAS

A jornalista Barbara Gancia lançou o livro “A Saideira” na segunda (29), na Livraria Saraiva do shopping Eldorado. A empresária Marcela Bastos, a atriz Mônica Martelli, a irmã de Barbara, Kika Rivetti, e o editor Pedro Corrêa do Lago compareceram.

CURTO-CIRCUITO

A peça “O Cara Mais Esperto do Facebook” estreia neste sábado (3) no Teatro Pequeno Alto, no centro de São Paulo.

A escola de samba Águia de Ouro faz neste sábado (3), a partir das 12h, uma feijoada em prol do hospital infantil Darcy Vargas.

com BRUNA NARCIZO, BRUNO B. SORAGGI E VICTORIA AZEVEDO